“A fotografia é a poesia da imobilidade: é através da fotografia que os instantes deixam-se ver tal como são.”

31 de julho de 2008

Douro - Portugal

Quinta de Ventozelo
Ervedosa do Douro - São João da Pesqueira



Vila do Pinhão

28 de julho de 2008

Mirandela - Portugal














CAMPEONATO EUROPA MIRANDELA

Espelho de Água - Rio Tua - 25, 26 e 27 Julho

O Campeonato Nacional de JetSki 2008 ruma para uma “cidade maravilha”. A cidade de Mirandela, com o seu trunfo que é o Rio Tua, continua a dar lições de beleza desportiva com o que tem reservado para 2008. Prova que se tornou um ex-líbris nacional, vai receber pela primeira vez na sua já longa história do JetSki, uma prova pontuável para o Campeonato Nacional de Endurance. As dinâmicas dos reabastecimentos, com o esforço dos 90 minutos de prova, e agora com duas pontes para contornar, tornar-se-á provavelmente o maior espectáculo já visto localmente.
Vai ser no Domingo dia 20 de Julho pelas 10h que todos os pilotos iniciaram a quarta prova do Campeonato Nacional 2008 para tentarem alcançar os seus objectivos desportivos.
Continuando o espectáculo do JetSki Nacional e Europeu, Mirandela é hoje uma cidade líder no que respeita ao Campeonato da Europa e Mundial do JetSki.
Este ano de 2008 servirá como palco para a segunda prova do Campeonato da Europa, com todos os atletas Nacionais e Internacionais que aspiram a ter um futuro nesta modalidade a mostrarem o quanto valem nestas águas já por si difíceis.
Terá novas edições especiais de corridas extra-campeonato. Corridas com mini-motos na noite de Quinta – feira, dia 24, e outra corrida de “Jet Dual´s” com o já tradicional show de Freestyle nocturno no Sábado, dia 26.
Fonte:F.P.JetSki

23 de julho de 2008

Mosteiro da Batalha - Portugal







Mosteiro da Batalha



O Convento de Santa Maria da Vitória (mais conhecido como Mosteiro da Batalha) situa-se na Batalha, Portugal, e foi mandado edificar por D. João I como agradecimento do auxílio divino e celebração da vitória na Batalha de Aljubarrota. Em 1388 já ali viviam os primeiros dominicanos. É considerado património mundial pela UNESCO, e em 7 de Julho de 2007 foi eleito como uma das sete maravilhas de Portugal. Em Portugal, o IPPAR ainda classifica-o como Monumento Nacional, desde 1910 .

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Mosteiro da Batalha - Portugal







MOSTEIRO DA BATALHA
CONVENTO DE SANTA MARIA DA VITÓRIA

A construção do Mosteiro de Santa Maria da Vitória começou em 1387 ou 1388 e estendeu-se até cerca de 1533, mobilizando recursos humanos e materiais extraordinários.

Esta construção proporcionou a introdução e o aperfeiçoamento de técnicas e artes em Portugal.
O Mosteiro foi entregue à Ordem Dominicana logo em 1388 e esta doação prestigiou a Vila, nomeadamente ao nível dos Estudos que no Mosteiro eram ministrados.

O facto de D. João I e da sua família estar neste Mosteiro deu-lhe também importância acrescida - uma tradição que se manteve até ao reinado de D. João II.

O Arquitecto português Afonso Domingues teve um importante papel. Seguiu-se-lhe Huguet, cuja origem se desconhece.
Encontramos aqui o estilo Gótico, em todo o seu esplendor. Nas obras do tempo de D. Afonso V nota-se uma construção mais sóbria, que se verifica no Claustro com o nome do Monarca.
Surge-nos depois o estilo Manuelino, que também nasceu aqui e que daqui irradiou para todo o país.
Nos anos 30 da centúria de Quinhentos ainda se construiu a tribuna das Capelas Imperfeitas mas, a partir daí, as obras iriam parar.
Julga-se que foi aqui que se praticou o vitral pela primeira vez em Portugal - um Vitral trazido especialmente por mestres alemães e flamengos que ainda hoje permanece, em parte. Os vitrais da Casa do Capítulo serão ainda testemunhos de cerca de 1514.

O Mosteiro foi Convento dos Dominicanos até 1834, data da extinção das Ordens Religiosas em Portugal e, 6 anos depois o monumento estava votado a um completo abandono. Foi o rei D. Fernando II que se impressionou pelo seu estado e nessa altura começaram as obras de restauro do monumento.
Em 1907 deu-se a classificação como Monumento Nacional, e em 1983 passou a ser considerado Património da Humanidade, pela UNESCO.

Mosteiro da Batalha - Portugal





Mosteiro da Batalha
Convento de Santa Maria da Vitória

22 de julho de 2008

Óbidos - Portugal





Vila de Óbidos

A vila de Óbidos guarda séculos de história entre as suas muralhas. Com um vasto património de arquitectura religiosa e vestígios histórico-monumentais, a vila de reis e rainhas foi, noutros tempos, local de preferência para descanso ou refúgio das desavenças da Corte. D. João IV e D. Luísa Guerra, D. Pedro II e D. Maria I, D. Leonor, D. Catarina de Áustria e D. Carlos, foram alguns dos monarcas que passaram por estas terras deixando, de uma forma ou de outra, marcas que a vila ainda hoje mantém. A origem da vila de Óbidos remonta ao século I, à cidade de Eburobrittium. Romanos, visigodos e árabes foram povos que marcaram
presença por estas paragens. O ano de 1148 marca a tomada aos mouros de Óbidos, sendo em 1210 doada por D. Afonso II à Rainha D. Urraca. O primeiro condado de Óbidos é instituído em 1636 e, sete anos mais tarde, D. João IV manda reparar novamente as muralhas.
PARA OBTER UM TAMANHO NORMAL-CLICAR NA FOTO

olharesmil

olharesmil
WEBSITE PESSOAL