“A fotografia é a poesia da imobilidade: é através da fotografia que os instantes deixam-se ver tal como são.”

3 de novembro de 2009

O Ritual...



Local: Vila da Ponte - Montalegre
Data: 31/10/2009

Ritual de Acasalamento das Libélulas

Libélulas (Sympetrum striolatum)

Os orifícios externos do aparelho reprodutor situam-se, em ambos os sexos, perto da extremidade do abdómen.

Mas, vá-se lá saber porquê, o órgão copulador dos machos está localizado bem mais acima, já perto do tórax.

Esta circunstância conduziu ao desenvolvimento de um estranho ritual de acasalamento.

O macho começa por encurvar o abdómen para baixo de forma a fazer contactar o poro genital situado perto da extremidade com um reservatório seminal anexo ao órgão copulador, transferindo para aí os seus espermatozóides.

Por vezes, antes desta autêntica “auto-fecundação” o macho já agarrou a fêmea atrás da cabeça utilizando para isso os apêndices terminais do abdómen.

Esta sujeição da fêmea pelo macho pode prolongar-se por várias horas, em repouso ou em voo, até que finalmente a fêmea encurva também o seu abdómen até colocar a extremidade contra o órgão copulador masculino.

Esta derradeira conjugação dos dois parceiros em forma de coração dura apenas alguns minutos, o suficiente no entanto para assegurar a fecundação dos óvulos.

1 comentário:

Maria, Simplesmente disse...

Estranhas "formas de vida"!
E mais ainda porque segundo me parece que é entre estes animaizinhos, mal termina o ritual a fêmea pode devorar o macho.
É estranha e bela a natureza, e penso que difícil conseguir estas fotografias.
Uma macro "de luxo" parabéns.
Maria

PARA OBTER UM TAMANHO NORMAL-CLICAR NA FOTO

olharesmil

olharesmil
WEBSITE PESSOAL